Essa semana eu ia escrever um artigo falando porque eu não quero um iPhone, mas no meio do caminho descobri que não tinha conhecimento suficiente sobre ele e que, essencialmente, o motivo principal é que sou pobre.

Mas hoje recebi uma lista de um colega do trabalho que levanta pontos bem interessantes e que, somado à minha falta de grana, faz com que eu, definitivamente, não queira um iPhone (ao menos enquanto ele custar mais que o meu salário).

Segue a lista:

  • A câmera não grava vídeo com som;
  • A câmera não tem funções adicionais (zoom, modos, imagem noturna, etc) ;
  • A câmera só tem 2 megapixels, e não tem flash;
  • As aplicações em sua totalidade devem ser compradas;
  • As atualizações são só para suporte de software, não acrescentam nada de novo;
  • Não grava as chamadas;
  • Não pode abrir várias paginas ao mesmo tempo. As paginas extras se amontoam uma sobre a outra com um limite de 8;
  • Não pode copiar e colar texto no navegador;
  • Não pode ser usado como modem;
  • Não pode ser usado como webcam;
  • Não pode ser usado conforme você queira, a não ser que seja hackeado e invalidando assim a sua garantia;
  • Não dá pra usar sua música como ringtone sem pedir permissão a Apple;
  • Não se pode baixar imagens da internet;
  • Não se pode expandir a memória. Não tem uma memória adicional. Só a interna e a RAM;
  • Não suporta Java (nem jogos Java);
  • Não suporta comandos de voz;
  • Não suporta envio de MMS;
  • Não suporta gravação de voz;
  • Não suporta redes HSDPA;
  • Não suporta vídeo-chamada;
  • Não tem contador de tempo de chamadas;
  • Não tem funcionalidade QWERTY alfanumérica;
  • Não tem funcionalidade VOIP;
  • Não tem reprodutor para arquivos flash, ou seja, tem Internet para navegar só pelo Google, fora isso, esqueça;
  • Não tem rádio FM e nem dá para escutar pela Internet em tempo real (só funciona via podcast);
  • Não tem saída para TV;
  • Não tem suporte (nem leitor) PDF;
  • Não tem teclas de acesso à música sem antes minimizar outra aplicação;
  • Não tem viva-voz estéreo;
  • O Push Mail requer um valor adicional a ser pago;
  • O bluetooth só se conecta a alguns auriculares bluetooth;
  • Para trocar de bateria é necessário levá-lo a assistência técnica senão também perde a garantia;
  • Seu GPS funciona somente através de 3G, e o pior é que seus mapas não podem ser consultados offline;
  • Seu bluetooth não serve para troca de arquivos;
  • Somente tem um único modo offline;
  • Sua tela não usa material anti-reflexivo de forma que é impossível ver alguma coisa a luz do sol;
  • Só reproduz 2 formatos musicais;
  • Também não é compatível com teclados bluetooth;
  • É muito lento em 3G (até 21 segundos para abrir uma página);
  • O aparelho não é como uma câmera digital, nem GPS, nem agenda, e também não um pocket pc, porque não pode ser usado sem um cartão SIM.

Update: Veja o meu primeiro post sobre o iPhone (há mais de um ano atrás).

Esses últimos dias têm sido bastante cansativos para mim. Várias coisas têm acontecido, mas algumas delas não são exatamente o que eu gostaria que fossem.

Primeiro, tive que me mudar de apartamento. A imobiliária que gerencia o apartamento no qual eu estava morando é intransigente e burra e não quis aceitar um fiador que more fora de Curitiba. Como eu não estava afim de pagar o maldito seguro fiança, me mudei, o que tomou demasiado tempo e consumiu um bocado da minha paciência.

Segundo porque na empresa o trabalho com Java tem sido extremamente sacal e profundamente desmotivador. Tudo o que eu aprendi com sistemas ágeis como RoR e Drupal não serve para nada pois, a "arquitetura" dos projetos que eu estou trabalhando foi, na melhor das hipóteses, pensada por uma ameba.

Isso tudo tem reflexo direto na minha produtividade, que caiu bastante, e assim tenho contribuído menos com os projetos em que estou envolvido.

Se Deus quiser essa fase ultra bizarra irá passar em breve, e voltarei ao trabalho (aquele que gosto).

Pessoal, o Rodrigo Padula, do Projeto Fedora Brasil (que usa o Drupal no seu site, hehe) me pediu para ajudar na divulgação, e como sou um entusiasta do Software Livre, não me opus, apesar de não usar o Fedora (aliás, uso no trabalho mas não por opção).

O Projeto Fedora Brasil está arrecadando doações para ajudar na compra de uma duplicadora de CD/DVD. O objetivo é ampliar a divulgação do Fedora em eventos regionais e nacionais.

Se você pode ajudar, vá até a página de informações e faça sua doação. Para os mais "desmotivados", vale lembrar que há um brinde para algumas faixas de doação.

De volta à Curitiba e de volta ao trabalho. Infelizmente as férias acabaram, mas felizmente vi uma grande quantidade do pessoal de Brasília. Faltaram algumas pessoas que queria ter visto e conversado, mas infelizmente o tempo foi curto. Agora fica a oportunidade para essas pessoas virem me visitar hehe.

Volta ao trabalho e também volta à correria. Mal estou tendo tempo de respirar. Alguns dos meus projetos pessoais estão em andamento e isso faz com que sobre ainda menos tempo, mas, se Deus quiser, tudo vai ser normalizar dentro de um mês.

Aos que acompanham o meu site, seja entrando esporadicamente, seja por RSS, quero deixar claro que voltarei a postar novos conteúdos, em grande parte a respeito de Python, pois tenho trabalhando com essa fantástica linguagem num projeto pessoal e tenho aprendido bastante coisa (de PyGTK também).

Aguardem então as novidades.

Estou em Brasília de férias. Como no final do ano, vim de carro. Viajar de carro é sempre muito bom, pois te dá liberdade para passear no local onde você vai. A viagem em sí é um tanto cansativa, afinal são 1400km. Eu e minha esposa (e o cachorro) fizemos a viagem em 17 horas (sim, sou meio doido, quem não é?).

O inconveniente dessa viagem é que saí de uma cidade onde a umidade estava boa para uma cidade onde a umidade está ruim. Isso causa um pouco de desconforto. Outro inconveniente é pegar um trânsito cheio de gente incompetente. Mas tudo isso compensa quando encontramos a família e os amigos.

Agora estou com internet, mas ainda não deu tempo de ler todos os e-mails (só parei agora hehe). Aos que me escreveram e que ainda não tiveram resposta, por favor tenha um pouco de paciência :-)

Até breve.

Finalmente, depois de mais de um ano, vou tirar férias.

Ok, você já deve ter lido que tirei férias em abril. Mas como eu disse na ocasião, não foram férias para descansar, e sim para trabalhar.

Mas agora vou tirar 15 dias de férias(à partir do dia 12) para descansar mesmo. Vou para Brasília, rever os amigos, a família, e ficar um bom tempo sem ter que me preocupar com trabalho.

É certo que tenho assumido alguns compromissos que vão coincidir com essas férias, mas certamente não me trarão preocupação e serão tranquilos (nem sempre as férias são 100% férias hehe).

Os meus amigos em Brasília, me aguardem. Aos que precisarem entrar em contato comigo, mande um e-mail, pois eu, certamente, irei respondê-los.

O site br-linux está promovendo, novamente, a divulgação e incentivo à doação para projetos de software livre. Abaixo o anúncio oficial 


Ajude a sustentar a Wikipédia e outros projetos, sem colocar a mão no bolso, e concorra a um Eee PC!
…e também a pen drives, card drives, camisetas geeks, livros e mais! O BR-Linux e o Efetividade lançaram uma campanha para ajudar a Wikimedia Foundation e outros mantenedores de projetos que usamos no dia-a-dia on-line. Se você puder doar diretamente, ou contribuir de outra forma, são sempre melhores opções. Mas se não puder, veja as regras da promoção e participe - quanto mais divulgação, maior será a doação do BR-Linux e do Efetividade, e você ainda concorre a diversos brindes!

Da minha parte, fico triste do Drupal não ter sido um dos outros projetos escolhidos para receber uma parte da doação que o Augusto irá fazer.

No entanto, ao final da promoção, me comprometo a fazer uma doação de US$ 50 para a Associação Drupal, como forma de agradecimento e também para incentivar a outros a fazerem o mesmo.

Pessoal, venho divulgar o seminário Drupal que irá ocorrer amanhã, dia 14/06/2008, na USP em São Paulo.

O Evento é uma iniciativa dos membros do Drupal Brasil com organização da Agência É Cultura.

Para quem mora longe de Sampa (como eu) e não vai poder estar presente (como eu, novamente) vai poder assistir ao evento com transmissão ao vivo via Web.

Desejo um bom networking pro pessoal que vai e tenho certeza que as palestras serão ótimas.

Abração. 

Estou de volta de São Paulo (não, não cheguei hoje, mas só tive tempo de postar hoje). O treinamento foi muito bom (ao menos para mim, os alunos podem dar sua opinião), e conheci um pessoal bacana.

Dessa vez a turma tinha mais gente que da primeira vez e houve algumas perguntas bem interessantes. Espero poder repetir a dose em breve.

Aos que acompanham esse site, deixo o aviso de que, atualmente, estou sem tempo para quase tudo. No meu trabalho estou assumindo um novo projeto e passando por treinamentos em Java (argh!) e participando de reuniões de repasse (argh! x 3).

Ao chegar em casa não estou conseguindo ter tempo livre devido a algumas atividades pessoais e a um freelance.

Então, quem está acompanhando a extensão do Firefox, por exemplo, não entre em pânico (ainda), em breve lanço uma versão melhorada, é só essa fase ultra bizarra passar.

Até logo (ou nem tanto). 

Páginas