Olá a todos!

Eu estava assistindo(não terminei de ver tudo) a palestra do Alex Martelli sobre Python no Google Talks.

Me parece ser uma palestra muito boa(até onde eu vi era), principalmente para iniciantes. Como todos sabem eu trabalho no SERPRO e aqui usamos Python para desenvolvimento Web.
Apesar de eu não gostar de Zope e nem Plone, Python(Application Server e CMS usados no SERPRO) é uma linguagem que eu gosto muito e acho bastante interessante.

Recomendo que, quem tiver interesse em aprender Python, dê uma olhada nessa palestra.

Olá a todos!

Depois de um tempo fora do ar, o WebPHP está de volta.
Estivemos fora porque alguma coisa no site estava sobrecarregando o MySQL. Como o Drupal estava desatualizado e eu estava sem tempo para caçar o que estava causando o problema, resolvi simplismente migrar para a versão 5.1 do Drupal.

O Site ficou fora uns 15 dias. Isso porque novamente tive problemas com a operadoras locais de telefonia/internet para prestarem um serviço decente. É triste ver que nem privatizada essas empresas funcionam.

Então, agora que tudo foi resolvido, é só voltar a produzir conteúdo!

Abraço a todos!

Olá a todos!

Estou escrevendo apenas para informar que estarei meio ausente essa semana pois estarei me mudando para o meu apartamento definitivo (ao menos por um bom tempo).

Em virtude disso talvez atrase um pouco a mudança no Drupal Brasil para a versão 5.1 e para o novo layout.

Também quero informar que estou produzindo dois Screencasts sobre o Drupal, que já devem entrar como parte da documentação nova. Também estou trabalhando em um tutorial sobre temas, para facilitar a vida dos designers.

Até semana que vem, quando espero que estejamos com o Drupal Brasil de cara nova e com mais documentação.

Olá a todos!

Para quem acompanha o Drupal Brasil deve ter visto que hoje enviei uma entrada lá falando dos novos rumos para o Drupal Brasil.

Pois bem. Há algum tempo eu venho achando a participação da comunidade muito aquém do desejado. Depois de ouvir algumas pessoas, percebi que a comunidade de Drupal no Brasil está deixando a desejar em alguns pontos e um deles é o site.

Diante disse resolvi mudar algumas coisas, e uma delas é (acredito eu) crucial: documentação.

O Drupal tem um excelente conteúdo em inglês. Documentos e mais documentos. Manuais bem completos e tantas outras coisas.
A intenção do Drupal Brasil era traduzir isso tudo para português, mas infelizmente não está sendo possível, porque eu não tenho tempo, e outras pessoas também não.

Então eu decidi que não vou mais correr atrás de traduzir, e sim documentar com tutoriais e manuais próprios, produzidos por mim e pela comunidade do Drupal Brasil.

Digo isso porque acho que será mais rápido, afinal não preciso ler a documentação, traduzir e adaptar. Eu vou usar a minha experiência e os meus cases para produzir essa documentação.

Obviamente sempre que surgir a oportunidade de traduzir algo isso será feito, mas não será a minha prioridade.

Quem quiser participar, entre no Drupal Brasil e me comunique! Estamos precisando de pessoas que tenham interesse em participar, ainda que seja com pouca coisa!

Abraço a todos!

Olá a todos!!

Ontem ocorreu em São Paulo o treinamento de Drupal pela livraria Tempo Real.
Graças a Deus tudo ocorreu de forma tranquila.
Foram 17 participantes que estiveram ali durante todo o sábado, onde eu ministrei o curso.

Para mim foi uma ótima experiência de aprimorar minhas habilidades como ministrador. Espero que eu tenha novas oportunidades de ministrar outros treinamentos sobre o Drupal.

Assim que eu terminar algumas correções, vou disponibilizar, no Drupal Brasil, a apostila que foi usada no curso.

Aos que participaram do treinamento e à livraria Tempo Real eu agradeço imensamente! Espero que para os que participaram tenha sido proveitoso tanto quanto foi para mim!

[update] A versão de 2008 está aqui.

[update] A edição de 2008 está aqui.

Esse post deveria ter vindo há alguns dias, mas mesmo assim fica valendo. O curso de Drupal que vou ministrar, teve sua data alterada: do dia 03/03 (que já passou) para o dia 24/03.

Acredito que entre os CMS feitos em PHP não existe um tão bom quanto o Drupal, ao menos não até o momento. Acredito também que será uma boa ocasião para divulgar a ferramenta entre as pessoas que ainda não conhecem.

Participem!

O endereço para mais informações e inscrições é: http://www.temporealeventos.com.br/?area=24

Tem dias na vida da gente que paramos para pensar no que fizemos, onde estamos e aonde queremos chegar.

Hoje estou num desses momentos... Acredito que andei bem profissionalmente nesses ultimos dias, mas não consigo tirar uma certa frustração da mente...
Ultimamente venho trabalhando mais do que convém - acredito que a a reduzida freqência de posts esse mês deixa isso claro - e, sinceramente, se eu pudesse ecolheria não trabalhar tanto...
Espero em pouco tempo diminuir esse fluxo, caso contrário minha saúde irá se degradar mais rápido do que é necessário.

Com toda essa correria de trabalho vem algun anseios para a gente que gosta de tecnologia. No início de janeiro eu havia decidido comprar um Mac, mas como não temos controle total das nossas vidas, esses planos vão ficar para um tempo futuro.... uma pena :-/

Enfim, estou trabalhando demais, realizando menos coisas do que eu queria... mas a vida continua.

Acho que hoje estou meio deprimido... hehe

Desculpem o desabafo... em pouco tempo volto com notícias.

Olá a todos!

Já faz um tempo que tenho tido frequentes discussões com um amigo sobre usabilidade no Gnome e KDE.
Eu sou usuário do Gnome desde 2001. Antes disso usava KDE e gostava muito. Nessa época o Gnome ainda estava muito atrasado e pouco interessante. Em 2001/2002, no entanto, foi lançado o Gnome 2, e me deu vontade de testar pra valer. Gostei muito do que vi e tirei completamente o KDE e comecei a usar só o Gnome.

Desde então venho acompanhando os avanços do Gnome, e comparando com outras interfaces gráficas. Vejo que o Gnome tem sido bem consistente no caminho que tomou.

Uma das coisas mais fantásticas no Gnome (pra mim) é a sua simplicidade e organização. É sempre muito fácil achar alguma coisa no Gnome, seja nos seus menus, seja no Nautilus.

Eu estava conversando com um outro amigo sobre a simplicidade do Mac OS X e sobre como o Gnome se assemelha a ele, e fui apresentado ao princípio KISS - "Keep It Simple, Stupid!" Dei uma pesquisada e vi que, apesar de não estar escrito dessa forma, esse é o princípio que rege o Gnome (e o Mac OS X). A idéia me agradou, e ultimamente vejo simplificando ainda mais as coisas que tenho feito.

Discutindo com esse meu amigo do KDE, ele colocou que o KDE é redundante, pois tem vários caminhos para a mesma coisa.
Isso, para mim, não é uma vantagem, principalmente se considerarmos um usuário novato em ambientes não-Windows.
Quando se tem em vários lugares a mesma coisa, o usuário não assimila direito o caminho. Se você tem no menu, 3 ou 4  lugares em que pode chegar ao Kterminal, como você pode criar um rastro na sua mente, se toda vez você acaba indo por um caminho diferente?
Digo isso considerando a grande maioria, é claro que sempre tem gente que consegue memorizar as coisas com mais facilidade, mas essa não é a regra geral.

Acho que o KISS é um bom princípio e que deve ser usado sempre que possível. À partir de agora tentarei cada vez mais usar esse princípio sempre que for desenvolver um novo projeto.

Olá a todos!

Para quem, assim como eu, deseja aprender Ruby On Rails de verdade e está faltando uma aplicação legal para desenvolver os conhecimentos, está aí a oportunidade: RailsRally 2007.

No site tem todos os detalhes, mas para mim, o interessante vai ser ter um alvo para poder treinar os (parcos) conhecimentos que tenho de RoR.

Aguardo todos lá!

Olá a todos!

Eu sou um fã declarado da Apple. Eu acho os produtos que eles fazem são inovadores e de altíssimo bom gosto.
Nunca tive um Mac, mas tenho amigos que têm e já pude bricar com um por algum tempo e ver todo o poder e criatividade imbutido naquele sistema operacional.

Hoje um colega do trabalho me enviou um video com a preleção do Bill Gates sobre o Windows Vista. O video, na verdade, é a voz do Bill Gates, narrando as "novas features" do Windows, mas com uma sendo exibidas essas funcionalidades no Mac OS X.

O engraçado do video não é a montagem em si, mas o fato de Gates ficar, a todo momento, enfatizando que o que ele está apresentando é novidade. Mas como o vídeo mostra o OS X, podemos ver que esses "novos" recursos que Gates relata, na verdade já existem há mais de dois anos no OS X (alguns como o iDVD existem ha mais de 4 anos!).

Diante de tudo isso eu fico pensando se a Microsoft realmente acredita que o mundo inteiro estava dormindo e nunca viu isso. Alguns dos recursos que ele enfatiza na apresentação, já estão até no Linux desde o ano passado.

Realmente é lamentável uma empresa do porte da Microsoft fazer um papelão desses.

Páginas